Fechar
Popup
 
Paróquia São Francisco de Assis - Umuarama - PR
Notícias da Igreja
 
08.Mar - CF 2018 é homenageada pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
CF 2018 é homenageada pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina

Bispos de Santa Catarina, Regional Sul 4


(o 1º à esquerda, nosso Dom Mário Marquez)




A Campanha da Fraternidade 2018 foi homenageada na noite de segunda-feira (5), na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (ALESC). A Sessão contou com a presença dos bispos do Regional Sul 4 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), padres, religiosos e religiosas, seminaristas e leigos e leigas vindos de todo o estado de Santa Catarina.


6 de Março de 2018


A Campanha da Fraternidade 2018 foi homenageada na noite desta segunda-feira, 5 de março, na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (ALESC). A Sessão, por proposição do deputado estadual padre Pedro Baldissera (PT-SC), aconteceu no plenário Deputado Osni Régis e contou com a presença dos bispos do Regional Sul 4 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), padres, religiosos e religiosas, seminaristas e leigos e leigas vindos de todo o estado de Santa Catarina.


Com o tema ‘Fraternidade e Superação da Violência’ e lema ‘Vós Sois Todos Irmãos’ (Mt 23,28), a Campanha da Fraternidade, que acontece em todo o país desde 1964, tornou-se uma importante manifestação de evangelização libertadora, provocando, ao mesmo tempo, a renovação da vida da Igreja e a transformação da sociedade, a partir de problemas específicos, tratados à luz do Projeto de Deus. Neste ano, com a temática da superação da violência, a Campanha tenta dar evidência aos caminhos que se deve percorrer para que os vários tipos de violência sejam superados.




Dom João Francisco Salm.


Segundo o bispo de Tubarão (SC) e presidente do Regional Sul 4 da CNBB, dom João Francisco Salm, a violência é um flagelo que envergonha a todos. “O esforço pela superação da violência, ‘por que somos todos irmãos’, constrói fraternidade, enche-nos daquela luz que dá sentido à vida, que permite ver, distinguir caminhos, seguir em frente, transformando-nos em homens e mulheres novos, cujo modelo é, para nós cristãos, Cristo que superou a morte”, relatou o bispo.


Dom João ainda disse que o Regional Sul 4 da CNBB se alegra e agradece pela homenagem recebida da ALESC e que mais do que ter recebido a homenagem, conta o significado da Sessão neste local, tendo como motivo a Campanha da Fraternidade e, sobretudo, o seu clamor: ‘A superação da violência porque somos todos irmãos’. “Reforço o argumento: porque somos todos irmãos! E pela mesma razão, neste local (ALESC) não cabe outra coisa, motivação ou interesse a não ser a fraterna preocupação com o bem comum”, declarou.




Para o deputado Pe. Pedro Baldissera, (foto à esquerda) a CNBB acertou em promover uma Campanha da Fraternidade que traz a superação da violência como tema. Na avaliação do deputado, a sociedade brasileira tem o desafio de avançar no combate à cultura da violência, que já está enraizada nas estruturas sociais. “Uma questão fundamental, abordada pelos estudiosos da segurança pública brasileira, é de como o crescimento da desigualdade contribui para o aumento da violência. Esta questão é central na Campanha da Fraternidade 2018: o combate à violência e a criação de uma cultura de paz dependem, fundamentalmente, do combate à desigualdade”, destacou padre Pedro.




Padre Almir José Ramos (Foto à esquerda).


Dentro da programação da Sessão Especial, o coordenador estadual da Pastoral Carcerária, padre Almir José Ramos, foi convidado para explicitar aos participantes o intuito da escolha da temática da Campanha da Fraternidade 2018. Em sua fala, padre Almir, percorreu pela realidade violenta que é vivida culturalmente no território brasileiro, em especial os excluídos e as minorias da sociedade. Foi apresentado também a realidade do sistema prisional brasileiro e catarinense, destacando suas mazelas e os dramas sofridos pelas famílias dos encarcerados que ainda passam por revistas vexatórias no estado de Santa Catarina.


 


Apresentação Cultural


Participaram da Sessão Especial alunos do Centro Educacional Marista São José da Rede Marista de Solidariedade (RMS). O Grupo Marista atua na promoção e defesa dos direitos de crianças e jovens e na educação para a solidariedade. Durante a Sessão, o adolescente Eliseu Alves dos Santos, aluno da RMS, recitou  a poesia ‘Brasil’ de sua própria autoria.


 


Entidades Homenageadas


Foram homenageadas com placas e certificados entidades que colaboram na prática com a superação da violência, entre elas o próprio Regional Sul 4 da CNBB e as 10 dioceses catarinenses. Também foram homenageadas pastorais e movimentos sociais. Confira a lista completa dos homenageados:


 


– Bispos da CNBB Regional Sul 4


– Arquidiocese de Florianópolis


– Diocese de Tubarão


– Diocese de Joinville


– Diocese de Caçador


– Diocese de Chapecó


– Diocese de Blumenau


– Diocese de Joaçaba


– Diocese de Lages:


– Diocese de Rio do Sul


– Diocese de Criciúma


– Rede Marista de Solidariedade


– Pastoral Carcerária do Regional Sul 4


– Rede de Desenv. Comunitário Casa de Gente


– Associação Vida Nueva


– Movimento Nacional de Direitos Humanos – SC


– Pastoral da Juventude do Regional Sul 4


– Federação dos  e das Trabalhadoras


   da Agricultura Familiar – FETRAF-SC


– Irmãs da Frater. e Esperança de Santa Catarina


– Pastoral do Migrante da Arq. de Florianópolis


– Instituto Catarinense de Juventude – ICJ


– Marcha Mundial de Mulheres


– Cooperativa Comunicacional Sul – Desacato


– Pró Comitê de Combate e Prevenção a Tortura


– Central de Penas e Medidas Alternativas


– União de Negros pela Igualdade (UNEGRO)


– Comissão Indígena Guarani Nhemonguethá


– Instituto Vilson Groh




 


Diocese de Joinville em Luto


Durante a Sessão Especial, o deputado Padre Pedro recordou o falecimento do sacerdote do clero diocesano de Joinville, padre Luiz Facchini, na tarde desta segunda-feira, causado por um infarto. Padre Facchini era conhecido por seus trabalhos sociais, em especial o projeto ‘Cozinha Solidária’. Padre Pedro aproveitou para explicar a ausência do bispo de Joinville, dom Francisco Carlos Bach, que não compareceu à Sessão pelo motivo do falecimento do padre Facchini.


 


Audiência Pública


Ao final da Sessão Especial foi anunciado que no dia 8 de maio de 2018 acontecerá, também na Alesc, uma audiência pública, promovida pela Comissão Parlamentar de Segurança Pública em parceria com a CNBB, para discutir a problemática da violência e os caminhos para a sua superação no estado de Santa Catarina.


Fotógrafo: http://cnbb.net.br/cf-2018-e-homenageada-pela-assembleia-legislativa-de-santa-catarina/

Fonte: http://cnbb.net.br/cf-2018-e-homenageada-pela-assembleia-legislativa-de-santa-catarina/

Indique a um amigo
 
 
 

44 3622 6595   contato@matrizsaofrancisco.com.br
Rua Cambé, 4240 - Zona II - Umuarama - PR - 87502-160

Paróquia São Francisco de Assis - Umuarama - PR