Fechar
Popup
 
Paróquia São Francisco de Assis - Umuarama - PR
Artigos
06.Jun - FESTAS JUNINAS
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
FESTAS JUNINAS


O mês de Junho é no Brasil inteiro conhecido como mês das Festas Juninas. São apresentadas pelos meios de comunicação apenas no seu aspecto popular e folclórico. De fato, não podemos deixar isto de lado. Trazidas ao Brasil pelos portugueses, nas Festas Juninas se canta e dança, se bebe e come, enfim, se faz festa. Um tempo de alegria no meio das dificuldades da vida.


            Mas, para quem se faz festa? Talvez tenham se arraigado tão profundamente na cultura portuguesa e tenham permanecido tão solidamente na cultura brasileira porque sejam as celebrações que melhor unem o aspecto profano e sagrado. São festas populares para os Santos mais populares na tradição religiosa portuguesa e brasileira: Santo Antônio (13 de junho), São João Batista (24 de junho); São Pedro e São Paulo (29 de junho).


            Em cada lugar recebem um nome: Em Portugal são chamadas Noites de Santo Antônio em Lisboa, e na Ilha Terceira de Joaninas. Se no Nordeste brasileiro é São João, no sul a devoção a Santo Antônio aparece com muito mais evidência.


            Mas existem elementos universais dessas celebrações. Por toda parte a alegria simples, serena, humana, no riso, no canto, na bebida (ah, os quentões!), na comida (para todos os gostos); as promessas de casamento (quantas nós freis já não abençoamos em tantas bodas), feitas a Santo Antônio que era frei franciscano como nós, conheceu o santo fundador Francisco de Assis que o nomeou oficialmente como o primeiro professor de teologia da Ordem; a fogueira dedicada a São João Batista que se acende na noite mais longa do ano; e no fim do mês a celebração de São Pedro e São Paulo, rezando pelo Papa, por nossa unidade com a Igreja em todo o mundo, o nosso compromisso com a evangelização, com o Reino de Deus.


            E o Povo de Deus, simples, pobre, muitas vezes analfabeto, tem uma fineza para as coisas sagradas. Celebra esses santos não por qualquer motivo. São símbolos de total entrega ao projeto de Jesus: João, que preparou os caminhos do Senhor; Pedro, primeiro Papa e pedra sobre a qual Cristo erigiu sua Igreja; Paulo, o apóstolo dos povos, modelo de evangelizador; Antônio, um modelo franciscano de entrega, de pobreza, de amor total ao Cristo.


            Quantas vezes Jesus compara o Reino de Deus com um casamento! As pessoas mais simples ao longo da história quiseram adiantar isso: fizeram um mês inteiro de festa, bem ao estilo de um casamento (em quantas encenações de casamento participamos!) para sentir um pouquinho do gostinho do céu. Louvado seja o Santo Espírito de Deus que inspira o seu Povo.  Parodiando a grande cantora portuguesa Amália Rodrigues, “enquanto houver Noites de Santo Antônio, de São João, de São Pedro e São Paulo, nosso povo não morre mais”. Paz e Bem!



Fonte: Frei Marcus Vinicius de Souza Nunes, OFMCap

Frei Marcus Vinicius de Souza Nunes, OFMCap

Frei Marcus Vinicius de Souza Nunes, OFMCap

Frei Marcus Vinicius de Souza Nunes, OFMCap

Indique a um amigo
 
 
 

44 3622 6595   contato@matrizsaofrancisco.com.br
Rua Cambé, 4240 - Zona II - Umuarama - PR - 87502-160

Paróquia São Francisco de Assis - Umuarama - PR